Blog – Capa vs. Conteúdo

Capa vs. Conteúdo

Quem nunca se frustrou ao comprar um livro pela capa e descobrir que ele é uma boa… perda de tempo. É, vamos chamar assim.  A gente se sente traído, né?

Em primeiro lugar, precisamos dar parabéns ao capista. Na grande maioria das vezes, ele não sabe mais do que o básico da história. A minha capista linda e maravilhosa, a Debs, é uma diva e trabalha em cima daquilo que eu quero. Se meu livro é bom ou se não é, Debs não tem ideia – ela nunca leu nada que eu escrevi. Pausa para eu começar a chorar. Mesmo assim, ela deu seu melhor e fez com que o rosto do meu livro fosse o melhor possível dentro daquilo que eu pensei. Ótimo.

Daí temos o diagramador, que é a pessoa dá forma ao livro. Minha parceira de todas as horas, a Lu, é quem faz a diagramação dos meus ebooks. Ela deixa tudo bonitinho, arrumadinho, com a letra e o espaçamento e blá blá blá.

Tudo pronto? Não! Falta a sinopse. Ai, ai, ai… Muita gente se perde na hora de fazer sinopses. Eu, particularmente, amo! Pronto! A sinopse tá pronta.

Depois temos os banners de divulgação! Ah, mas são tantas ideias…

Opa! Falta o book trailer! Os parceiros, blogueiros, instagrameiros. Vamos divulgar, gente!

Acho que é tanta coisa que alguns escritores acabam esquecendo de priorizar aquilo que é o mais importante: o conteúdo. A capa, a diagramação, o book trailer e o banner podem ser os mais lindos desse mundo. Ainda assim, o livro em si tem que ser melhor.

Assim como nos encantamos pela beleza das pessoas (levanta a mão quem tem o Chris Evans como crush eterno), nos apaixonamos também pela capa dos livros. Eu concordo que elas precisam ser lindas, chamativas e representativas. Mas, por favor, queridos colegas escritores, vamos dar mais valor ao que tem dentro.

Uma boa revisão (feita por um profissional de verdade) é essencial. Às vezes, o tal copidesque é necessário.

Por que eu estou falando isso? Gente, antes de ser escritora, eu sou leitora! Não vivo sem um bom livro.

Outro dia estava passeando pela Amazon, escolhendo qual história me traria meu próximo crush. Achei! Ah, que beleza! Do jeitinho que eu gosto: lobisomens piruzudos (ano que vem vou escrever uma série assim, fiquem ligados!). A premissa era ótima. Macho alfa (hahaha) que te joga na parede, te chama de lagartixa e faz todas as sacanagens possíveis.

Uuuuhhhhh

Eu estava tão empolgada… Gente, não consegui passar da página quinze. Eu quase morri de ódio. Fiquei louca, querendo ler o tal alfa piruzudo, mas nãããão… O livro era TÃO MAL ESCRITO que eu desisti. Odeio largar a leitura no meio, mas era muuuito tosco.

Cheguei até a pensar em entrar em contato com a autora, dar um toque e tal, mas nesse mundo de tretas, achei melhor ficar quieta e apenas desabafar por aqui mesmo.

Mas a capa do livro? Ah, a capa era lindona.