Blog – Cuidado: Os piratas estão em toda parte!

Cuidado: Os piratas estão em toda parte!

É simples dizer que vivemos em uma luta diária contra a pirataria. A distribuição de PDFs está cada vez maior. Semana passada, encontrei um dos meus livros – Meu Mecânico Indecente – sendo vendido no Mercado Livre, e, para piorar, estavam cobrando mais caro pelo PDF do que eu cobro pelo e-book na Amazon. Chegavam a cobrar R$15,99, sendo que o e-book está R$6,90 e o livro impresso está R$24,90. Não faz muito sentido.

Volta e meia, algum colega escritor me marca em algum post relacionado à pirataria, onde imagens do meu livro aparecem como sendo compartilhadas de forma ilegal. Ai, ai, ai, ai, ai…

Quando isso aconteceu pela primeira vez, eu juro que chorei, me descabelei, fiquei com tanto ódio que senti vontade de correr para a delegacia e fazer aquele auê. Isso aconteceu apenas um mês depois de eu ter lançado meu primeiro livro, Uma Chance Para Amar, na Amazon. Porém, acabei não tomando qualquer atitude.

Um tempo depois, me tornei moderadora da Sociedade Secreta dos Escritores Vivos, um grupo maravilhoso no Facebook. Lá, as opiniões sobre distribuição de 

PDF são variadas. Ao mesmo tempo em que temos autores indignados com o fato de seus livros estarem sendo comercializados ou apenas repassados sem sua autorização (o que, para eles interfere nas vendas), outros alegam que é uma honra, já que quer dizer que seu trabalho é “bom o suficiente” para ser pirateado, além de ser uma forma simples de divulgação.

Quanto a mim, eu tenho uma opinião diferente de ambas.

Em primeiro lugar, eu acho que, de forma alguma, a distribuição de PDF atrapalha a minha venda de livros. Ao meu ver, há uma separação muito distinta de públicos:

– Aqueles que compram livros exclusivamente nas grandes livrarias;

– Os que baixam pelo Kindle Unlimited, na Amazon;

– Leitores que, além de serem viciados em e-books, fazem questão de comprar o livro impresso depois;

– Alguns que só leem os e-books gratuitos;

– Leitores de PDF que, quando amam, compram o livro físico;

– Viciados em Wattpad.

Cada público tem seu produto. É simples! Aqueles que sempre leem na Amazon não são os mesmos que precisam baixar PDF. Eles já estão cadastrados no programa, não precisam baixar de forma ilegal! Eu também entendo que tem muita gente que lê em PDF porque não tem grana para comprar livros ou ser assinante do unlimited. Amigo, cada um com suas dificuldades. Enquanto muitos acham que vinte reais não fazem diferença, muita gente aqui vai discordar. Por isso, não posso entrar nesse mérito.

Outra coisa que eu acho engraçado são as pessoas que baixam PDF, mas só de autores estrangeiros. Ah, vá… Desculpa, mas isso para mim não é justificativa. Autor estrangeiro também paga contas, sabia?

“Ah, Mari, mas o Dan Brown nem vai sentir a diferença.”

Ah, amigo, não importa! O que não curto é o falso moralismo. Por isso que vocês não estão me vendo defender ou atacar o tópico, mas isso não quer dizer que eu estou em cima do muro. Vou chegar lá.

Sabe uma coisa que me irrita muito? Hipocrisia. Tem gente que bate no peito e diz: “PDF é pirataria! Matem todos os leitores e distribuidores de PDF! Fogueira pra eles”, mas aí chega em casa, usa o pacote office que o amigo instalou no pc, assiste ao Os Vingadores: Gerra Infinita no Megashare, isso tudo enquanto usa a blusa que comprou no camelô com a imagem do Game Of Thrones.

Quem não tem teto de vidro que atire a primeira pedra. Dane-se que estamos falando de empresas milionárias, estamos falando também de pirataria, seja ela com o pequeno ou com o grandalhão. Para haver a distribuição, é preciso que alguém compre! No meu caso, meus PDFs estavam sendo vendidos no Mercado Livre. Em outros sites, ele é apenas distribuído gratuitamente… O que fazer?

A pirataria tá aí, minha gente! Ela faz parte do nosso cotidiano. Seria excelente se todos respeitassem os direitos autorais, a propriedade intelectual. Infelizmente, não é isso que acontece. Só acho importante uma galera deixar de brincar de juiz e começar a prestar mais atenção no que está fazendo. É chato quanto te influencia, mas será que pimenta no c* dos outros é refresco?

Vou dizer pra vocês que sou contra pirataria. Nunca comprei DVD pirata e sempre dou preferência a produtos originais. Mas também não vou dizer que nunca usei nada pirateado. Inclusive, tenho vários book trailers dos meus livros com imagem de atores. Como vou julgar o cara que distribui PDF? Não podemos estar em um pedestal de perfeição, isso não existe. Acho chato? Sim, eu acho. Mas porque me atinge diretamente.

 

Se, aos poucos, nos conscientizarmos, talvez cheguemos ao fim da pirataria. Sinceramente? Eu duvido, mas podemos tentar.